Container

Rádio Liberdade AM - Ver no mapa

Endereço: Rua General Osório, 943 - Centro - canguçu - RS - CEP 96.600-000

Telefone: (53) 3252-1515 - Celular: (53) 98426-6816 - - Twitter: @@liberdade_am

Horário de Atendimento: De Segundas às Sextas - 08:00 às 17:30 - Sábados 09:00 - 13:00 - Domingos e Feriados: Fechado

Aqui sua mensagem vai mais longe

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Notícias

Lasier Martins registra aprovação do regime de recuperação fiscal dos estados

Publicado 21/04/2017 00:11

O senador Lasier Martins (PSD-RS) registrou a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do texto base do projeto que cria o regime de recuperação fiscal dos estados.

Pela proposta, explicou o senador, os estados deverão vender estatais; limitar os concursos públicos apenas para o preenchimento de cargos vagos em decorrência de aposentadoria; aumentar a alíquota de contribuição social dos servidores públicos; e reduzir os incentivos tributários. Em troca, os estados serão beneficiados com a suspensão da cobrança da dívida que têm com a União por três anos.

- Isso vai permitir uma retenção, para investimentos internos, de 9 bilhões de reais nesses 36 meses, o que, então, poderá permitir a regularização do caixa, deixando de atrasar os salários do funcionalismo, como vem acontecendo. Essa situação permitirá que o estado busque, inclusive, empréstimos, oferecendo, como garantia futura, exatamente a privatização de algumas estatais, o que dependerá da aprovação da assembleia legislativa.

Lasier Martins reconheceu, no entanto, que, se a proposta virar lei, o problema da dívida do Rio Grande do Sul com a União, que hoje é de R$ 50 bilhões, será resolvido apenas momentaneamente. Segundo ele, a suspensão do pagamento da dívida por três anos fará com que o estado tenha R$ 9 bilhões nesse período para o ajuste de contas. No entanto, esse valor será cobrado, posteriormente, com a incidência de juros, o que fará com que os R$ 9 bilhões se transformem em R$ 16 bilhões, disse o senador.

 

 

Fonte: Agência Senado

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

Deixe um comentário

ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

Siga esta matéria

Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

Banner Publicitário